Seja Bem-Vindo!

PÁGINA INICIAL (Home)

Dica: Utilize a pesquisa personalizada do blog para assuntos específicos em relação ao ceratocone.

Este blog tem o compromisso de divulgar informações precisas e atualizadas sobre o ceratocone e as opções de tratamento, cirurgias e especialmente da reabilitação visual com uso de óculos ou lentes de contato.

Pesquisar este blog

Carregando...

quinta-feira, 14 de fevereiro de 2008

Tratamentos para Ceratocone

Ceratocone e Diagnóstico

Com a popularização dos exames de topografia corneana computadorizados, também conhecidos como videoceratoscopia computadorizada, ficou muito mais fácil de identificar e diagnosticar o ceratocone desde seu início. Nesta fase o caso pode ser interpretado como suspeita de ceratocone ou mesmo como um astigmatismo corneano. Os exames mais sofisticados de equipamentos como Pentacam, Nidek Magellan Mapper entre outros, oferecem dados de extrema precisão da córnea, que vão além da topografia de córnea. É possível obter paquimetrias de não contato de grande precisão de toda a extensão da córnea, mapas de elevação anterior e posterior, entre outros dados que podem ser utilizados como estudo da córnea e das ectasias corneanas, como o ceratocone, a degeneração marginal pelúcida, ceratoglobo e outras distrofias da córnea, além de casos pós-transplantes, pós-implante de anéis intracorneanos ou mesmo de córneas irregulares pós-cirúrgicas. Sendo assim, hoje é possível se obter diagnósticos muito mais precisos utilizando estas tecnologias, que apesar de serem de altíssimo custo, podem significar a diferença entre um diagnóstico de "suspeita" de ceratocone de um diagnóstico definitivo desta patologia. A tecnologia pode igualmente colaborar na adaptação de lentes de contato de alta performance no ceratocone avançado e também ajudar na elaboração de um plano de tratamento, seja ou não cirúrgico.


Tratamentos Existentes e Reconhecidos

Óculos e Lentes de Contato ConvencionaisAtualmente existem diferentes opções para o tratamento do ceratocone disponíveis, entre elas a tradicional prescrição de óculos quando é possível obter-se uma acuidade e qualidade visual aceitável, as lentes de contato gelatinosas ou rígidas convencionais. Existem lentes especiais rígidas, gelatinosas e híbridas de desenhos mais sofisticados para casos mais graves. Uma tecnologia que vem crescendo muito são as lentes de contato RGPs de alta performance que abrangem todos estes casos como as lentes Ultracone que atualmente permitem a adaptação em casos avançados e extremos, graus IV e V respectivamente.

Tratamentos CirúrgicosTemos como opções cirúrgicas, o implante de segmentos de anéis intraestromais (o implante de um segmento único também pode ocorrer), um procedimento minimamente invasivo que é reversível, e das técnicas de cirurgia de transplante de córnea, como a ceratoplastia penetrante e a ceratoplastia lamelar com o uso do Intralase. É importante ressaltar que a cirurgia de implante de anéis intraestromais foi apenas reconhecida há poucos anos, tanto nos EUA pelo FDA (Food & Drug Administration) como no Brasil pelo Conselho Brasileiro de Oftalmologia (CBO).

Tratamentos em EstudoUm estudo que vem sendo conduzido em alguns países, inclusive já no Brasil, é o C3R ou Colagen Crosslink with Riboflavine. A técnica, realizada ambulatorialmente, leva cerca de 30 minutos e consiste na raspagem do epitélio corneano e a aplicação de riboflavina sob luz UV-A. O propósito do procedimento é prover a córnea do paciente com ectasia corneana a rigidez e resistência necessária para que ela possa interromper sua progressão, barrando desta maneira sua tendência de afinar e evoluir. A técnica não permite uma cura, mas um maior controle do ceratocone. Os resultados mostram-se promissores, embora seja necessário um maior tempo para estudar os resultados a longo prazo.

Existem algumas clínicas em outros países fazendo estudos com esta técnica em conjunto com o implante de anéis intraestromais, o que permite que além de controlar o ceratocone, fortalecendo a córnea, pode-se aplanar a ectasia, diminuindo assim a curvatura e a irregularidade da córnea. Em casos iniciais da patologia os resultados são melhores, já em casos mais avançados consegue-se amenizar as irregularidades, não removendo-as completamente, sendo necessária ainda correção visual (adaptação de lentes de contato geralmente ou óculos se possível).

Ao que tudo indica, haverá em um futuro próximo, estudos onde serão aplicados três técnicas em conjunto, o C3R, o implante de segmentos de anéis intraestromais e finalmente a realização de cirurgia refrativa a laser por fotoablação. Ainda há muito o que considerar para submeter uma córnea transparente e sem lesão a tantos procedimentos, mas não resta dúvidas de que os estudos são promissores, mesmo que sirvam apenas em alguns casos.

Estudos das técnicas de tratamento do ceratocone.

Nenhum comentário: