Seja Bem-Vindo!

PÁGINA INICIAL (Home)

Dica: Utilize a pesquisa personalizada do blog para assuntos específicos em relação ao ceratocone.

Este blog tem o compromisso de divulgar informações precisas e atualizadas sobre o ceratocone e as opções de tratamento, cirurgias e especialmente da reabilitação visual com uso de óculos ou lentes de contato.

Pesquisar este blog

Carregando...

domingo, 7 de outubro de 2007

Tratamentos Disponíveis para Ceratocone

As opções atualmente para quem tem ceratocone são, nesta ordem:

  1. Óculos
  2. Lentes de contato Gelatinosas/Descartáveis
  3. Lentes RGPs (rígidas gás permeáveis)
  4. Lentes RGPs Especiais de Alta Performance (Soper, Ultracone)
  5. Implante de Anéis Intraestromais (Intacs, Ferrara, Keraring, Cornealring)
  6. Transplante de Córnea (ceratoplastia penetrante ou lamelar)

Os óculos são a primeira opção que o oftalmologista deve procurar tratar a visão do paciente de ceratocone, até que se tenha evidências que o caso está progredindo e que a visão esteja sendo comprometida devido ao aumento das irregularidades da córnea do paciente. É importante esse período, pois pode o paciente não evoluir, logo deve-se evitar inicialmente as alternativas cirúrgicas menos ou mais agressivas. O uso de lentes de contato é indicado caso o paciente deseje subsitituir óculos por lentes de contato. A partir dessa decsião, deve-se avaliar quais lentes podem ser indicadas.

Quando o uso de óculos não mais permite uma acuidade e qualidade de visão satisfatória, as lentes de contato serão a melhor alternativa para obter melhor visão. Geralmente as lentes gelatinosas podem ser usadas nos casos iniciais, entretanto em breve os paciente irão precisar de lentes especiais, preferencialmente as rígidas gás permeáveis de alta performance. Estas lentes são de fato as que dão a maior segurança e melhor resposta fisiológica da córnea, e podem ser muito confortáveis para o paciente se forem de boa qualidade e tecnologia.

A lente RGP Ultracone tipo Soper modificada é atualmente uma das melhores lentes em termos de avanço tecnológico, alcance e em termos de ótimos resultados da adaptação de lentes de contato em pacientes com ceratocone. Não é uma lente popular, ela é reservada a um seleto grupo de oftalmologistas credenciados na Ultralentes, fabricante, que procura trabalhar com oftalmologistas que estejam em dia com a técnica e com os seus avançados desenhos especiais de lentes de alta performance. Seus desenhos asféricos de última geração permitem que mesmo os casos mais avançados de ceratocone, aqueles que já existe a indicação de transplante de córnea, possam adaptar lentes em casos considerados avançados e extremos.

Existem outras lentes especiais para ceratocone disponíveis, como as gelatinosas Perfect Keratoconus, Ceratogel e Dupla Face OP60, mas os resultados com estas lentes são bastante limitados a casos iniciais. Em lentes RGPs existem também a lente Soper tradicional, concebida há quase quarenta anos atrás, a lente Rose K que tem sido divulgada como a lente para ceratocone mais adaptada no mundo, devido ao seu eficiente sistema de distribuição, marketing e transferência de tecnologia paga, existem a dupla face da Optolens e a McGuire desta mesma empresa. O que se observa nos consultórios dos maiores especialistas no Brasil hoje é que as lentes Ultracone tem demonstrado resultados superiores a qualquer outra lente, devido ao conforto, a visão e a melhor resposta fisiológica da córnea, que é observável clinicamente nos pacientes usuários destas lentes.

As alternativas de tratamento cirúrgico atualmente são: a) o implante de segmentos de anéis intraestromais ou intracorneais, técnica chamada minimamente invasiva e reversível; b) O transplante de córnea (ceratoplastia penetrante ou lamelar) que podem em alguns casos serem realizados com o uso da tecnologia Intralase (raio laser), em alguns centros oftalmológicos, especialmente no Hospital de Olhos de Sorocaba. A oftalmologista Dra. Luciene Barbosa (HOSBOS) era até o ano de 2006, a única oftalmologista que tinha credenciamento para realizar este procedimento com uso do Intralase, logo a curva de aperfeiçoamento dela é grande.

Frequentemente, após o implante de anéis intraestromais e após o transplante de córnea, são necessárias ainda a adaptação de lentes de contato especiais quando a visão com óculos não fica satisfatória ou se pode ser melhorada em benefício do paciente e de sua qualidade de vida. O laboratório de alta tecnologia Ultralentes desenvolveu para estes casos lentes específicas para cada um. Para o pós-implante de anéis, foi desenvolvida uma nova versão da lente Ultracone, chamada Ultracone PCR (post-corneal rings) e para pós transplante a lente Ultraflat. Os resultados com estas lentes tem sido promissores, atentendendo as necessidades que se impõem após a realização destes procedimentos cirúrgicos como alternativas de tratamento do ceratocone mais avançado.

Nenhum comentário: